casa segura

Ter uma casa segura é uma necessidade para crianças e idosos, mas nem sempre é isso o que acontece, pelo contrário, os acidentes envolvendo crianças e pessoas com mais de 65 anos estão cada vez mais comuns.

O dia a dia está cada vez mais corrido e apertado, por isso, muitos adultos não se dão conta sobre os riscos presentes dentro de casa.

Não é à toa que creches e lares para idosos modificam muitas coisas de sua estrutura para que essas pessoas possam se locomover de maneira segura em todo o local. Mas, essas mudanças são feitas por profissionais que entendem do assunto.

Por outro lado, pessoas comuns têm um pouco mais de dificuldade na hora de discernir as características que o local precisa ter para que a casa seja realmente um local seguro.

A boa notícia é que não é necessário fazer grandes mudanças, aliás, as alterações não cabem apenas ao imóvel onde essas pessoas vivem, mas também em outras ações que fazem a diferença para a segurança delas.

Neste artigo, vamos explicar os cuidados necessários para evitar acidentes domésticos, como deixar a casa mais segura para crianças e idosos e mostrar os fatores que aumentam os riscos de queda.

Cuidados para evitar acidentes domésticos

As quedas provocam mais de 9000 mortes por ano no mundo, e as principais vítimas são crianças pequenas e idosos. 

Cabe aos adultos encontrar maneiras de evitar essa situação, pois uma em cada 3 pessoas com mais de 65 anos sofrem quedas anualmente.

No ano de 2012, cerca de 8.741 pessoas com mais de 65 anos morreram por conta de quedas, principalmente em escadas, banheiras e carpetes. Mas, existem soluções simples que ajudam a evitar esses acidentes, que muitas vezes são graves ou fatais.

Uma delas é adaptar a casa, de acordo com as habilidades motoras do morador. A higiene e a limpeza, por meio de lavagem de sofá a domicilio são importantes, mas também é necessário verificar o que pode colocar a segurança em risco.

Identifique os perigos dos ambientes para eliminá-los e aumentar o conforto e a segurança do imóvel, evitando elementos, como:

  • Piso escorregadio;
  • Iluminação inadequada;
  • Obstáculos pelo chão;
  • Espaços apertados.

O interior do cômodo precisa ser organizado considerando as capacidades físicas, mas sempre contando com revestimento antiderrapante, substituindo escadas por rampas me proporcionando iluminação adequada.

O idoso também precisa participar de atividades físicas para melhorar as habilidades motoras, como coordenação e equilíbrio, o que ajuda a reduzir o risco de quedas.

Outro ponto importante é avaliar o estado de saúde do idoso, levando-o ao médico regularmente para fazer exames de rotina.

O médico vai verificar como está a situação da visão e a coordenação motora do idoso, pois caso seja necessário, você pode instalar tela de proteção para muro para garantir a segurança do idoso.

Os exames preventivos ajudam a detectar doenças o quanto antes, o que aumenta as chances de cura e traz mais qualidade de vida aos idosos.

A dieta precisa ser bem equilibrada e saudável, por meio de produtos lácteos que ajudam a combater a osteoporose.

Com relação às crianças, as quedas também podem acontecer, principalmente entre aquelas que estão aprendendo a andar.

Geralmente, os pais não se preocupam com esse tipo de queda, mas saiba que elas também representam um risco e podem desencadear sérias consequências.

É sempre bom se precaver, por exemplo, usando protetores de canto para os móveis, Barreiras de segurança na parte inferior e topo de escadas, fechar as janelas com tela de proteção e não colocar móveis embaixo da janela.

Em hipótese alguma, os adultos podem deixar crianças pequenas sozinhas em ambientes com janelas e varandas sem nenhum tipo de sistema de segurança, principalmente se elas estiverem brincando próximas a mesas e lugares altos.

Uma câmera de segurança externa wifi também traz mais segurança para os pequenos, mesmo assim, o monitoramento constante de um adulto sempre será necessário.

Como deixar a casa mais segura?

Quem tem idosos e crianças em casa precisam investir na segurança do imóvel para evitar acidentes que podem acontecer no cotidiano.

É em casa que as coisas acontecem com mais frequência, por isso, precisa ser trabalhada para que seja cada vez mais segura aos moradores, e algumas dicas são:

Prefira móveis arredondados

Móveis arredondados evitam que a criança machuque a cabeça em suas quinas, além de melhorar consideravelmente a circulação pelo local.

O espaço fica mais aberto para idosos e cadeirantes circularem com mais facilidade, mas se os móveis da sua casa não estão neste formato, existem protetores de silicone que podem ser colocados nos cantos.

Abrir espaço para circulação

Ter um espaço para a circulação é fundamental, na verdade, isso não é importante apenas para idosos e crianças, mas para qualquer pessoa.

Procure uma empresa de construção e reforma se puder ampliar algum como, mas caso não seja possível, retire o excesso de móveis e objetos de decoração para melhorar o espaço disponível para circulação.

Esse corredor entre a mobília precisa ter cerca de 80 cm, algo necessário não apenas para adultos, idosos e crianças, mas também para pessoas obesas, gestantes, cadeirantes e qualquer indivíduo com dificuldade de locomoção.

É muito ruim morar em um espaço pequeno onde não se pode circular livremente, os objetos caem o tempo todo, a pessoa tropeça em tapetes, tromba com móveis entre outras situações muito incômodas.

Evitar degraus

Os imóveis onde idosos e crianças pequenas vivem precisam ser o mais planos possíveis. As crianças são curiosas e podem subir escadas sem a supervisão de um adulto, assim como os idosos podem tropeçar e se acidentar.

Caso não seja possível retirar ou substituir as escadas, é fundamental instalar corrimões, aliás, eles garantem a segurança de qualquer morador, independentemente da idade ou da condição física.

Fazer os ajustes necessários

Uma empresa de reforma apartamento 50 metros pode ajudar a fazer todas as adaptações e ajustes necessários na propriedade.

Instalar corrimão no box do banheiro, substituir a escada por uma rampa, instalar pisos antiderrapantes na cozinha e no banheiro, instalar telas de proteção, fechar sacadas, dentre outras possibilidades.

É importante pesquisar e até mesmo conversar com alguém especializado no assunto para saber exatamente do que a casa precisa.

Quem tem idosos pode visitar um lar para pessoas de terceira idade e verificar como são as instalações, da mesma forma, visite creches e escolas infantis para ter algumas ideias do que pode fazer em casa.

Se os moradores tiverem a saúde um pouco mais debilitada, talvez seja o caso de contratar uma empresa de terceirização de serviços de limpeza hospitalar, para garantir a assiduidade dos ambientes.

Evitar tapetes

Os tapetes deixam os ambientes mais confortáveis, aconchegantes e charmosos, mas são extremamente perigosos para pessoas idosas.

As crianças podem se acidentar, mas os tapetes são proibidos em espaços onde idosos mais debilitados circulam.

Se quiser usar, o ideal são modelos que grudam bem no chão e de cores muito diferentes do piso para que possam ser notados pelo morador com facilidade.

Garantir uma boa iluminação

Antes de providenciar o frete mudança para ir para o novo endereço, verifique como está a iluminação da propriedade. Se não estiver de mudança, verifique como está a iluminação da sua casa.

Quem vive com idosos e crianças precisa melhorar a iluminação dos espaços, principalmente de corredores que costumam ser mais escuros.

As luzes devem ser instaladas, mesmo que sejam de baixa intensidade, mas sendo de maneira uniforme para não atrapalhar a visão de quem circula pelo local.

Instalar sensores

Fazer uma boa iluminação no cômodo onde o idoso ou a criança dorme, bem como no corredor da propriedade, é crucial, mas ela só vai valer realmente a pena se os espaços tiverem sensores de presença.

Muitos idosos acordam à noite para ir ao banheiro e podem se acidentar por não encontrarem o interruptor. As crianças, principalmente as muito pequenas, não alcançam os interruptores, o que também pode provocar acidentes.

O sensor de presença é muito mais prático, pois basta que o morador entre no cômodo para que as lâmpadas se acendam. Isso evita riscos e traz mais facilidade para o dia a dia.

Considerações finais

Sendo assim, a lavagem a seco de cortinas e outros procedimentos de limpeza são necessários para garantir a saúde e bem-estar dos moradores, principalmente de idosos e crianças.

Esse público merece toda a atenção do mundo porque quando se trata de acidentes, é muito comum que aconteçam dentro de casa.

Verifique o que falta para tornar o lar de um idoso ou de uma criança pequena um espaço mais seguro, e essa simples ação faz toda a diferença para essas pessoas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(62) 3261-6638

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios