planejamento mídia

O marketing possui uma série de estratégias e técnicas para alavancar a popularidade de uma marca, para que tudo isso funcione em consonância, é necessário criar um bom planejamento de mídia

Atualmente, os profissionais de marketing possuem a tarefa de equilibrar as estratégias de campanha em uma variedade de diferentes plataformas e ferramentas de mídia, tendo em vista a alta competitividade do mercado. 

A internet trouxe diversos canais de comunicação, incluindo as redes sociais, as plataformas de streaming, os podcasts e rádios online e uma série de outros exemplos. 

Portanto, gerenciar todos esses canais não é uma tarefa fácil, tendo em vista que para que uma empresa tenha sucesso e sua marca seja reconhecida, é necessário criar e compartilhar conteúdo de mídia através desses canais. 

Quando não realizada de maneira correta, isso pode dificultar o pleno acompanhamento do sucesso de cada tática empregada pelas equipes, até mesmo a de marketing, reduzindo o impacto geral nos resultados da empresa. 

Ao  desenvolver uma estratégia de planejamento de mídia eficaz, os profissionais de marketing e a gestão da empresa podem monitorar de forma mais precisa o sucesso da campanha e tomar decisões informadas sobre como otimizar o desempenho no futuro. 

Tendo em vista esses pontos, o objetivo do texto é apresentar o conceito de planejamento de mídia, como um painel backdrop, quais os seus pontos positivos, como um planejamento de mídia funciona e algumas dicas para implementá-lo em seu negócio. 

O que é planejamento de mídia?

O planejamento de mídia é um processo importante para que diversas estratégias de marketing obtenham sucesso. 

Ele está baseado no tripé de três perguntas: como, quando e onde o público irá receber determinada mensagem. 

Essas mensagens publicitárias são direcionadas ao público pela equipe de criação de conteúdo, sendo papel dos planejadores de mídia, que podem ou não ser uma equipe diferente, analisar esses anúncios e criar estratégias para atingir o público-alvo. 

Essas estratégias devem conter detalhadamente uma série de fatores para que a mensagem transmitida pela organização obtenha sucesso e alcance um cliente, para que ele encontre o seu produto ou serviço de forma simples. 

Por exemplo, se você possui uma loja de conserto de aparelhos eletrônicos, é uma boa opção optar por plataformas online, pois quando o cliente digita conserto de celular mais próximo ele chega ao seu endereço. 

Quais são os pontos positivos do planejamento de mídia? 

Um planejamento de mídia realizado de maneira correta e responsável resultará em uma série de benefícios e em um conjunto de oportunidades de publicidade para que a organização tenha a sua marca fazendo sucesso no mercado. 

Dentre os diversos benefícios que um planejamento de mídia pode proporcionar a um empreendedor, como: 

  • Aumento dos lucros; 
  • Aprofundamento do conhecimento sobre o público alvo; 
  • Maior fidelização de clientes; 
  • Aumento do prospect de clientes; 
  • Otimização do uso das plataformas de mídia; 
  • Acompanhamento dos resultados; 
  • Realização de análises para medir o sucesso; 
  • Redução de custos com mídias sociais. 

Todos esses benefícios ao se realizar um bom planejamento de mídia, resulta em uma fidelização maior de clientes e aumento do prospect de novos clientes, pois o principal objeto de estudo da equipe é o público-alvo. 

Esse aumento de clientes gera como consequência um aumento do faturamento, pois ocorre um aumento das vendas e uma redução dos custos realizados para veicular as propagandas nas mídias sociais. 

Por fim, outro benefício é a possibilidade de monitorar os resultados e o processo em tempo real, assim como a montagem de um paisagismo jardim pequeno, que podem ser passíveis de ajustes enquanto a campanha de marketing ocorre. 

Como o planejamento de mídia funciona? 

Para a realização desse planejamento, os profissionais de marketing precisam pensar nos seguintes fatores: 

  • Público- alvo; 
  • Orçamento disponível para a campanha; 
  • Metas de conversão a serem realizadas pelo cliente; 
  • Metas de compartilhamentos, visualizações e outros parâmetros;
  • Mídia social vinculada; 
  • Frequência da propaganda;
  • Alcance da propaganda;
  • Monitoramento do processo; 
  • Realização de ajustes no processo.

Geralmente o planejamento do planejamento de mídia é realizado por profissionais especializados, ou seja, uma equipe dentro da empresa responsável apenas por fazer isso, mas há também agências de publicidade que realizam esses serviços. 

Para que um profissional seja um bom planejador de mídia é necessário ter um bom entendimento sobre o processo e conhecer bem a empresa, além de compreender qual o público-alvo e o comportamento desse público. 

O principal objetivo do planejamento de mídia é maximizar os lucros advindos das mídias sociais e reduzir os gastos desse processo, funcionando como uma esteira residencial usada

O planejamento de mídia é responsável pelo desenvolvimento da estratégia de marketing, e não seu conteúdo, além disso, também é responsável por avaliar os resultados obtidos, os ajustes necessários para aumentar os lucros e monitorar as estratégias. 

De forma geral, o planejamento de mídia ocorre por meio da avaliação da empresa, da marca trabalhada, do mercado, da estratégia e do público-alvo, que irá determinar a veiculação correta da mensagem, a fim de alcançar um maior faturamento. 

4 dicas para implementar uma planejamento de mídia 

Todas empresas, atém mesmo às que comercializam persiana vertical para quarto precisam ter um bom planejamento de mídia para que suas campanhas fazem sucesso, tanto no meio online quanto o offline, portanto, segue algumas dicas para isso:  

  • Realizar pesquisas de público-alvo e mercado;
  • Delimite um objetivo;
  • Determine as melhores plataformas de mídia; 
  • Defina os KPI. 

Seguir essas 4 dicas, sem tirar nenhuma delas do processo, pode auxiliar qualquer empreendedor a obter sucesso em sua jornada de construção de planejamentos mídia. 

Dica 1: realizar pesquisas de público-alvo e mercado

Antes de qualquer outro passo é necessário realizar uma série de pesquisas para compreender quem consome os seus produtos e serviços. 

Nessa etapa é determinado o primeiro triplo do planejamento de mídia, o “quem”, ou seja, o público-alvo desses produtos.

Por exemplo, se a empresa vende calandra para tubo, o público-alvo serão encanadores, mecânicos, adultos que sabem realizar consertos em casa e que utilizam plataformas sociais específicas para conseguir esse tipo de material.  

Dentre as pesquisas de mercado que devem ser realizadas estão as tendências de mercado, análise dos concorrentes, comportamento do público-alvo e satisfação dos clientes antigos. 

Dica 2: delimite um objetivo

Na etapa de definir os objetivos, é necessário ir além do básico, como a geração de conversão e engajamento.  

Além disso, é nessa etapa de determinação de objetivos que o orçamento que será gasto também deverá ser delineado. 

Entretanto, os profissionais de marketing responsáveis por delinear esses orçamentos não devem trabalhar com números restritos, mas sim com orçamentos flexíveis. 

As metas podem variar de acordo com cada tipo de empreendimento, seja uma loja de sapatos ou uma empresa de fabricação de fechamento de lavanderia com vidro, além disso podem existir vários objetivos para uma campanha.

Dentre outros objetivos que são passíveis de ter em um planejamento de marketing existe o aumento do reconhecimento da marca através de sua identidade visual ou propagando específica.

Entretanto, é necessário estabelecer o objetivo principal da campanha,para que o planejamento seja voltado para esse objetivo.  

Dica 3: determine as melhores plataformas de mídia

Após compreender o comportamento do público-alvo e as tendências do mercado, é possível compreender quais são as plataformas mais utilizadas por seus clientes.

E assim, direcionar às campanhas de marketing para essas plataformas, que atualmente são inúmeras, sendo classificadas como offline e online. 

Dentre as plataformas offline temos os jornais, as revistas, televisão, rádio, outdoors, panfletos e diversos outros exemplos. 

As plataformas online são a tendência atual do mercado, englobando as redes sociais, as plataformas de streaming, vídeos, dentre outros canais. É possível utilizar até mesmo um robô assistente educacional para divulgar seu produto. 

Diante desse mar de opções de plataformas, não é possível investir em todas elas de forma igual, portanto, o planejamento de mídia é direcionado justamente para isso, decidir quais serão as mídias responsáveis por receber as propagandas da empresa. 

Dica 4: Defina os KPI

KPI é uma sigla para Indicador-chave de desempenho, ou seja, para as ferramentas que medem o desempenho de uma empresa, através de métricas pré-estabelecidas. 

Dentre os KPI está o alcance das publicações, ou seja, a quantidade de pessoas que a propaganda atinge quando vinculada a aquele canal de mídia. 

Dessa forma é possível avaliar se está dentro dos objetivos estabelecidos ou se é necessário alterar para outra plataforma de mídia.

As impressões também são avaliadas, no caso o número de vezes que aquela propaganda foi exibida para o usuário. 

Além disso, outras métricas também são avaliadas, como o valor investido por clique, o custo por aquisição de campanhas, dentre outros exemplos. 

Considerações finais 

Sendo assim, dentre as diversas opções de plataformas para veiculação de propagandas, escolher uma que trará sucesso para a sua empresa não é uma tarefa fácil. 

Portanto, esse texto com as 4 dicas de planejamento de mídias com certeza auxiliará qualquer empreendedor a escolher a melhor plataforma para veicular suas propagandas e alavancar seus lucros.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(62) 3261-6638

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios