guarda-roupas masculino

Veja que, no guarda-roupas masculino, cabe muito mais do que só o básico

As pessoas costumam dizer que, no inverno, todos ficam mais elegantes. Isso se deve ao tipo de roupas usadas no frio: mais tecidos, mais formas, diferentes cortes, porém não basta apenas colocar peças sobre peças, é preciso saber combiná-las.

O segredo para as melhores combinações está na hora de comprar as roupas. Ao encontrar uma peça, é sempre importante que se leve em consideração as possibilidades de combinação com as demais que possui. Contudo, homens precisam de todo esse cuidado?

Sim! A ideia de que homens não precisam se preocupar com a moda caiu por terra há anos. Hoje, eles se preocupam, e só o moletom do dia a dia não basta.

Fizemos uma seleção com algumas peças indispensáveis e indicamos em que casos utilizar cada uma delas.

Agasalhos de moletom

Há inúmeras estampas para as peças de moletom. A ideia de que o tecido lembra roupas de “ficar em casa” cai por terra quando se vê como um look pode ficar incrível. É importante arriscar, apostar nas cores e nas formas, como blusas com e sem capuz.

Um conjunto composto por calça e blusa, um bucket hat e uma bolsa transversal mescla proteção contra o frio, lugar para guardar os pertences e muito estilo. 

Inclusive, acessórios como o chapéu e a bolsa são coringas para se ter no guarda-roupa, a fim de deixar o estilo mais urbano, descolado, podendo ser usado em diversas situações informais.

Suéter

A depender das combinações, ele pode ser tanto formal quanto informal, mas, mesmo quando para uma situação informal, transmite elegância. Seu tecido geralmente é mais grosso e, com o tempo, ganhou aspectos como a gola V.

É uma peça que combina bem com o dia a dia, para ir ao trabalho, fazer reuniões ou estar em um happy hour, assim como pode ser usada em situações de maior rigor, como eventos acadêmicos, corporativos ou casamentos.

Cashmere, cardigan e pullover

Variações do suéter, essas três outras peças ajudam o homem moderno, que também quer ser elegante, a atrair olhares.

O cashmere tem o mesmo formato do suéter, trazendo, geralmente, gola V ou careca, porém em tecido mais fino, apropriado para dias em que o frio não esteja tão rigoroso.

O cardigan também é uma resposta a dias menos gelados. Uma invenção criada por um militar que cansou de passar calor, que se difere dos demais modelos justamente por ter botões e gola deep V, tem um corte mais profundo.

Pullover, por sua vez, foi pensado para dias frios. Com gola alta ou gola careca rente ao pescoço, seu tecido é usualmente mais grosso. Ele é perfeito para eventos a céu aberto no inverno, pois, com certeza, se você o utilizar, não passará frio.

Sobretudo

O sobretudo é o símbolo da riqueza. Além de proteger do frio, ele remete aos homens do começo do século XX, que, na tentativa de imitar o clima europeu, utilizavam o sobretudo para ir à ópera e ostentar o luxo.

Seu corte traz aspectos requintados, de alfaiataria, indicado para dias de muito frio e perfeito para ir ao teatro, um jantar romântico ao som do piano e regado a vinho.

Jaqueta

Seja em jeans, camurça ou couro sintético, pode ser combinada com diferentes tecidos, como o próprio moletom.

Colocar uma blusa de moletom e, por baixo, uma jaqueta jeans quebra ainda mais a ideia de que o moletom é roupa de ficar em casa, convertendo-o em estilo.

Algumas jaquetas podem ser mais ousadas, de tecido mais fino, furta-cor ou até tecido refletivo, ideais para festivais a céu aberto, baladas ou shows.

Cachecol

É importante estar com o pescoço protegido. Para isso, há essas três opções.

O cachecol pode ser de lã e mesclar diferentes cores, sendo mais pesado e ideal para dias em que o vento esteja mais forte.

O scarf é um lenço mais longo, de dimensão mais quadrada, que pode ser confeccionado em diferentes tecidos. A variação de estampas dita em que situações ele pode combinar mais, trazendo aspectos mais estilosos ao look.

Existe a opção da bandana tubular de trekking, que pode ser usada na cabeça ou no pescoço para proteger do frio, sendo muito útil em viagens para o campo, sobretudo acampamentos.

Toucas, gorros e luvas

Manter a cabeça fria faz bem, mas, no frio, o ideal é se proteger.

Os gorros e toucas têm diferentes aspectos, podendo ser mais longos ou mais rentes à cabeça, com ou sem proteção para a orelha. 

Para quem tem problemas com mãos que não esquentam, as luvas são fundamentais.

Hoje, com o excesso do uso do celular, há modelos que já permitem, inclusive, o toque na tela sem precisar tirar as luvas, tendo os dedos como polegar e indicador costurados com fio condutor.

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(62) 3261-6638

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios